Direção da ASTRAM se reúne com superintendente da Transalvador

ASTRAM segue acompanhando as ações e estará atenta para preservar a vida dos servidores

Com o objetivo de discutir as medidas de proteção a Covid-19 no ambiente de trabalho dos servidores em transporte e trânsito, a direção da ASTRAM e o diretor José Luiz, diretor do Sindttrans se reuniram nesta quarta, 24, com o superintendente da Transalvador, Marcus Passos. Inicialmente, os representantes sindicais tentaram um encontro com o secretário da Semge, Thiago Dantas, contudo não possível por indisponibilidade de agenda do secretário o encontro, sendo marcada uma reunião para o próximo dia 03 de março, na sede da Semge.

No encontro com Superintendente, foi discutido a necessidade de ações que assegurem maior prevenção para evitar o contágio e disseminação por Covid-19 no ambiente de trabalho dos servidores administrativo e operacionais da autarquia. Dentre as medidas, os dirigentes solicitaram rigidez nos protocolos já estabelecidos anteriormente, entre eles: testagem dos servidores, medição de temperatura, disponibilização de álcool em gel e líquido em recipientes apropriados,  disponibilização de máscaras descartáveis e de tecido, higienização dos ambientes de trabalho, incluindo as viaturas, além de melhorias estruturais na sede provisória da Gtran, nos Barris.

O Superintendente se mostrou sensível as solicitações e fez contato de imediato com o subsecretário de saúde, que assegurou a disponibilidade de máscaras, álcool em gel e a definição de um cronograma de aplicação de teste rápidos do tipo PCR. A previsão é que se iniciem ainda na próxima semana os procedimentos solicitados. Passos informou ainda que a Transalvador vai intensificar as medidas de prevenção, visando dar mais segurança para os profissionais que atuam na linha de frente de combate ao coronavírus.

“A ASTRAM segue acompanhando as ações e estará atenta para preservar a vida dos servidores”, destacou o presidente Luiz Bahia, que esteve na reunião juntamente com o diretor Adenilton Júnior e José Luiz, diretor o Sindttrans.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*