Correio 24 horas: Caminhada pela Paz no Trânsito reúne milhares de pessoas na orla de Salvador

Participaram do lançamento da campanha o governador Jaques Wagner e o
ministro das Cidades, entre outras autoridades
A Caminhada pela Paz no Trânsito deu início à
campanha da Semana Nacional de Trânsito 2011 na manhã deste domingo (18), na
Orla de Salvador. Animados por fanfarras e um mini-trio, cerca de 3 mil pessoas
caminharam do Morro do Cristo ao Farol da Barra, na orla da capital baiana. De
acordo com a Secretaria de Comunicação do Governo do Estado, as atividades
continuam até 23 de setembro, na sede do Departamento Estadual de Trânsito
(Detran-Ba), localizada na Avenida ACM.
Participaram do lançamento da campanha o governador
Jaques Wagner, o ministro das Cidades, Mário Negromonte, o presidente do
Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), Júlio Arcoverde, o prefeito João
Henrique, e o diretor-geral do Detran-Ba, Maurício Botelho.
Até sexta-feira (23), diversas atividades
educativas ligadas ao trânsito serão realizadas no Parque Interativo do
Detran-Ba, que foi amplamente reformado, ganhando mini–pista com placas de
sinalização e pinturas nas faixas. Dentre as atividades estão oficinas
pedagógicas, ações recreativas, teatro, palestras e ainda distribuição de
brindes e lanches.
O evento, realizado simultaneamente em outras
capitais do país, teve como tema Década de Ações de Segurança no Trânsito
2011-2020 – Juntos podemos salvar milhões de vidas. Encerrando as ações deste
domingo, a Unidade Móvel de Trânsito ficou estacionada no Farol da Barra para
visitações. Uma mini-pista também foi montada, para desenvolver atividades
lúdicas com as crianças.
Acidentes e mortes na Bahia foram reduzidos
Na Bahia, os números de mortes e acidentes
relacionados ao trânsito nos primeiros sete meses do ano caíram, de 2010 para
2011. Segundo informações do Detran, no ano passado foram registrados, neste
período, 21.898 acidentes, com 157 mortos e 5.026 feridos. Este ano, os 19.650
acidentes fizeram 131 mortos e outras 4.820 pessoas ficaram feridas.

Fonte:

1 Comentário

  1. Ver essas "autoridades" discursando em defesa de um maior rigor na aplicação das leis de trânsito, como fizeram na TV, nos leva a pensar que somos vítimas de fato é da HIPOCRISIA, uma vez que quando estes são flagrados no cometimento de infração costumam se valer da condição para coagir, intimidar e humilhar os agentes fiscalizadores. Seriam eles imunes à violência com a qual estão contribuindo? Sei não, viu…

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*